Addio ai fratelli d’Italia

Por Vinícius Bersi

Outro dia me perguntaram se a eliminação da Itália da Copa me entristecia. A resposta: É claro que não. Explico-me, sou um “italófilo”, amo o Bel Paese, a cozinha italiana, o cinema, e a forma como os italianos vivem e se relacionam. E devo acrescentar que há mais de dois anos trabalho como professor da língua de Dante.

Por outro lado, quando se trata de futebol, os italianos sofrem de um excesso de autoestima, de modo que vencer duas copas, seguidamente, não lhes faria tão bem.

A Itália vive um momento de crise econômica e social, em que discursos mais ou menos xenófobos, da direita de Berlusconi e Umberto Bossi ganham forças e conquistam a cada dia mais cidadãos. Nas últimas eleições, os operários, que sempre votaram nos partidos de esquerda, votaram na Liga Norte, partido que nos anos 90, tinha a pretensão de separar o norte do país – historicamente mais rico – e criar um novo Estado chamado Padania.

São freqüentes as acusações de fascismo contra o governo, pela forma como encara a imigração, que, diga-se de passagem, sustenta a economia italiana com mão-de-obra para o setor industrial e de serviços.

Definitivamente, não é essa a Itália, que eu quero campeã.

Torcedor inconformado recebe a azzurra com vergonha (Foto Agência EFE)

Cannavaro, que só levou para casa o título de jogador mais bonito da Copa. (foto Agência EFE)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: