Salve-se quem tem juízo

Por Renan Teixeira

Cotidianamente, de forma incessante, o problema da água – ligado a escassez, desperdício, poluição, acesso, recursos, investimentos – é abordado e exposto na mídia mundial. Todos têm ciência da vitalidade da água para todas as formas de vida, porém, falta consciência, e essa questão de extrema importância ainda é postergada por uma parcela considerável de cidadãos incautos, que parece crer com veemência na infinitude deste recurso.

Do século XX aos tempos atuais, a população mundial sofreu um crescimento vertiginoso de 300%, por conseguinte, o consumo de água aumentou em 600%. Os dados expressivos são da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO, Food and Agriculture Organization). Deve-se colocar na balança que apenas 3% da água do planeta é doce, e que desse total, apenas 0,6% é apropriada para consumo.

O que isso representa, caros colegas leitores (será?)? Fatalmente, se as medidas combativas existentes para frear o problema não atingirem êxito, e se não surgirem novos programas viáveis e soluções eficazes no sentido de conscientizar sobre o uso correto da água, chafurdaremos profundamente pela própria inépcia num lodaçal sem volta. Poderemos ficar sem o nosso valioso e insubstituível líquido da vida muito antes do que se possa imaginar. É válido lembrar que milhões e milhões de pessoas espalhadas pelo planeta já sofrem com a falta (ou falta de qualidade) de água. Para além, a ONU vaticinou categoricamente: se os hábitos relativos ao consumo da água não forem mudados, estima-se que, em 2025, aproximadamente três bilhões de pessoas sofrerão com o problema. Aí não tem Capitão Planeta que dê jeito…

Mas como nem tudo é só desgraça, existem alguns bons exemplos a serem seguidos que devem (ou deveriam) ser do conhecimento de todos. Um deles é o interessante trabalho desenvolvido pela Universidade da Água, localizada em São Paulo. Com 12 anos de atividades, foi a primeira ONG do Brasil formada para tratar sobre o problema mundial da água. A proposta é mostrar a população como aproveitar e preservar a água da melhor maneira por meio da chamada educação ambiental.

O site oficial http://www.uniagua.org.br/ da Universidade da Água possui inúmeras informações importantes relativas ao tema: notícias atualizadas, matérias sobre projetos, pesquisas, legislação, análises e opiniões de especialistas, entre outras coisas relevantes sobre este recurso essencial para a vida humana.

Vale a pena conferir e divulgar.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Ecologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: